JESUS CRISTO ESTA VOLTANDO!

I S. João C.3

10 - Nisto são manifestos os filhos de Deus, e os filhos do diabo: quem não pratica a JUSTIÇA não é Filho de Deus, nem o que não ama a seu semelhante.

S. Mateus C.5

10 - Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da JUSTIÇA, porque deles é o reino dos céus.

Apocalipse C.21
8 - Mas, quanto aos medrosos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos adúlteros, e aos feiticeiros, e aos idólatras, e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago ardente de fogo e enxofre, que é a segunda morte.


sexta-feira, 14 de julho de 2017

Lista de senadores favoraveis a reforma trabalhista


SAIBA COMO VOTARAM OS SENADORES NA REFORMA TRABALHISTA

LEMBREM-SE DESTES LADRÕES DE DIREITOS DOS TRABALHADORES PARA AS PRÓXIMAS ELEIÇÕES DE 2018.

Temos que eliminar da politica, estes canalhas, marajás, bandidos, parasitas, sangue-sugas e vermes nojentos, da vida vida publica!

Redação — publicado 11/07/2017 21h44, última modificação 11/07/2017 22h57

Texto-base do projeto que altera mais de 100 artigos da CLT foi aprovado com 50 votos favoráveis e 26 contra

Lula Marques / AGPT Senado


Senadores da oposição ocuparam a Mesa da Casa na sessão desta terça 11

Prioridade do governo e do mercado, mas rechaçada pela maioria da população, a reforma trabalhista foi aprovada pelo plenário do Senado nesta terça-feira 11 e segue agora para a sanção presidencial. O projeto que altera mais de 100 artigos da Consolidação das Leis do Trabalho recebeu 50 votos favoráveis e 26 contra. Houve apenas uma abstenção.

De volta ao cargo e com denúncia no Conselho de Ética arquivada, Aécio Neves encabeça a lista dos votos favoráveis ao projeto que flexibiliza a jornada, regulamenta contratos de trabalho parciais, intermitentes e temporários e limita a atuação da Justiça do Trabalho e de seu acesso pelos trabalhadores.

A base do PSDB e do PMDB votou majoritariamente a favor da reforma, com exceção ao tucano Eduardo Amorim e aos peemedebistas Roberto Requião, Eduardo Braga, Kátia Abreu e Renan Calheiros.

No campo dos senadores que votaram contra a proposta, incluem-se principalmente integrantes do PT e dos partidos do campo progressista, além de nomes como ex-presidente Fernando Collor e Romário.

Saiba como votaram os senadores na sessão plenária:

Aécio Neves (PSDB-MG): SIM
Airton Sandoval (PMDB-SP): SIM
Alvaro Dias (PODE-PR): NÃO
Ana Amélia (PP-RS): SIM
Ângela Portela (PDT-RR): NÃO
Antonio Anastasia (PSDB-MG): SIM
Antonio Carlos Valadares (PSB-SE): NÃO
Armando Monteiro (PTB-PE): SIM
Ataídes Oliveira (PSDB-TO): SIM
Benedito de Lira (PP-AL): SIM
Cássio Cunha Lima (PSDB-PB): SIM
Cidinho Santos (PR-MT): SIM
Ciro Nogueira (PP-PI): SIM
Cristovam Buarque (PPS-DF): SIM
Dalirio Beber (PSDB-SC): SIM
Dário Berger (PMDB-SC): SIM
Davi Alcolumbre (DEM-AP): SIM
Edison Lobão (PMDB-MA): SIM
Eduardo Amorim (PSDB-SE): NÃO
Eduardo Braga (PMDB-AM): NÃO
Eduardo Lopes (PRB-RJ): SIM
Elmano Férrer (PMDB-PI): SIM
Fátima Bezerra (PT-RN): NÃO
Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE): SIM
Fernando Collor (PTC-AL): NÃO
Flexa Ribeiro (PSDB-PA): SIM
Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN): SIM
Gladson Cameli (PP-AC): SIM
Gleisi Hoffmann (PT-PR): NÃO
Humberto Costa (PT-PE): NÃO
Ivo Cassol (PP-RO): SIM
Jader Barbalho (PMDB-PA): SIM
João Alberto Souza (PMDB-MA): SIM
João Capiberibe (PSB-AP): NÃO
Jorge Viana (PT-AC): NÃO
José Agripino (DEM-RN): SIM
José Maranhão (PMDB-PB): SIM
José Medeiros (PSD-MT): SIM
José Pimentel (PT-CE): NÃO
José Serra (PSDB-SP): SIM
Kátia Abreu (PMDB-TO): NÃO
Lasier Martins (PSD-RS): SIM
Lídice da Mata (PSB-BA): NÃO
Lindbergh Farias (PT-RJ): NÃO
Lúcia Vânia (PSB-GO): ABSTENÇÃO
Magno Malta (PR-ES): SIM
Maria do Carmo Alves (DEM-SE): SIM
Marta Suplicy (PMDB-SP): SIM
Omar Aziz (PSD-AM): SIM
Otto Alencar (PSD-BA): NÃO
Paulo Bauer (PSDB-SC): SIM
Paulo Paim (PT-RS): NÃO
Paulo Rocha (PT-PA): NÃO
Pedro Chaves (PSC-MS): SIM
Raimundo Lira (PMDB-PB): SIM
Randolfe Rodrigues (REDE-AP): NÃO
Regina Sousa (PT-PI): NÃO
Reguffe (S/Partido-DF): NÃO
Renan Calheiros (PMDB-AL): NÃO
Ricardo Ferraço (PSDB-ES): SIM
Roberto Muniz (PP-BA): SIM
Roberto Requião (PMDB-PR): NÃO
Roberto Rocha (PSB-MA): SIM
Romário (PODE-RJ): NÃO
Romero Jucá (PMDB-RR): SIM
Ronaldo Caiado (DEM-GO): SIM
Rose de Freitas (PMDB-ES): SIM
Sérgio Petecão (PSD-AC): SIM
Simone Tebet (PMDB-MS): SIM
Tasso Jereissati (PSDB-CE): SIM
Telmário Mota (PTB-RR): NÃO
Valdir Raupp (PMDB-RO): SIM
Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM): NÃO
Vicentinho Alves (PR-TO): SIM
Waldemir Moka (PMDB-MS): SIM
Wellington Fagundes (PR-MT): SIM
Wilder Morais (PP-GO): SIM
Zezé Perrella (PMDB-MG): SIM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVELOZ NA CURA DO CANCER

A ORIGEM DA MAÇONARIA